Drogas - Drogas

Drogas

Se você optou por não usar drogas, sorte sua.

Mas se algum amigo seu tomou a decisão errada, o destino dele depende de outras pessoas.

Inclusive de você.

Muitas pessoas vêem seus melhores amigos indo em direção a um beco sem saída e não fazem nada para ajudá-los.

Na maioria das vezes, esta passividade tem a mesma explicação: medo de parecer careta, inconveniente.

Careta mesmo é rotular as pessoas.

Escolher não usar drogas significa que você faz reflexão segundo a segundo para manter sua auto-estima, sua segurança e valoriza os mínimos detalhes para o seu bem-viver.

Não há nada de errado em querer ajudar alguém de quem você gosta, estima.

Raramente quem alimenta o vício das drogas admite estar com problemas, por não desejar expor-se às outras pessoas.

Fica enxergando em si próprio e valorizando suas fraquezas, suas limitações, e também o contrário, esquecendo-se que é um ser humano: não pode existir no mundo alguém que seja tão impotente diante da vida ou tão poderoso.

Uma pessoa que usa drogas enxerga com clareza o tamanho da encrenca em que se meteu.

Enquanto remói essa situação, fica sofrendo por causa do seu orgulho ferido e vai consumindo mais drogas, acontecendo o círculo vicioso, um beco sem saída.

Em qualquer tipo de droga, o processo de dexintoxicaçao é muito dolorido.

O tratamento é longo, caro e sempre existe o risco de uma recaída depois de uma recuperação.

A falta de compreensão diante dos acontecimentos da vida e dos seus sentimentos também é um dos motivos que levam as pessoas a experimentarem drogas.

Só quem sabe a extensão real dos prejuízos que cada tipo de droga provoca no organismo, pode pesar as consequências e decidir se vale ou não a pena correr este risco.

Leia as informações a seguir com muita atenção.

Depois mostre para os seus amigos.

Cocaína e crack

Provocam sensação do poder, euforia, perda da fome, do sono e do cansaço.

Em doses elevadas, causam aumento da temperatura, convulsões e aumento dos batimentos cardíacos, podendo resultar em parada cardíaca, respiratória e colapso do sistema nervoso central.

O crack pode provocar lesões cerebrais irreversíveis. É também uma das drogas de maior poder viciante.

Ele leva apenas 15 segundos para chegar ao cérebro e, 15 minutos depois, o usuário já sente necessidade de inalar novamente a fumaça, para fugir dos efeitos da síndrome de abstinência: desgaste fisico, prostração e depressão profunda.

Ácido - LSD

Causa alucinações, distorções perceptivas, fusão dos sentidos (o som parece adquirir forma).

As reações dependem da personalidade e da sensibilidade de cada um.

Em alguns casos, podem ocorrer as "más viagens": ansiedade, pânico, mania de perseguicao, sensação da deformação do próprio corpo e de morte iminente. Pode causar delírios, convulsões e dependência psicológica.

Maconha

Sensação de calma, relaxamento, vontade de rir.

Produz dependência psicológica. O uso prolongado pode afetar os pulmões, a memória e, temporariamente, a libido e a produção de óvulos e espermatozóides.
Diminui a capacidade de concentração.

Fumar maconha de forma sistemática, principalmente na adolescência, acarreta má performance na escola e diminiui as possibilidades profissionais na vida adulta.

Drogas.

Nem morto.

"Julgai todas as coisas; retende o que é bom". (1 Ts 5.21)

Posted by criptopage